sábado, 21 de outubro de 2017

Equilíbrio

Às vezes sinto-me como se fosse desaparecer, outras vezes não me sinto, porque a dor que me toma é tão forte que anestesia meu corpo, deixando-me impotente, deixando-me frágil e insegura, mostrando um "eu" que eu não sou!
A minha vida esta de pernas para o ar, resolveu fazer o pino, deixando-me de cabeça para baixo, o sangue escorre e as feridas não querem fechar, não está a sarrar,  aliás estão a abrir e vêm mais fortes que nunca, a raiva toma-me e tudo o que eu quero é matar, sim!
Pensamentos, autocontrole, equilíbrio, mas nada me faz voltar ao normal, equilíbrio? O que é, e porque não consigo achar o meu?
Estou perdida, confusa, baralhada, e acima de tudo fria, fria e cheia de sentimentos, sentimentos congelados, por alguém que não soube cuidar, por alguém que não me soube amar.

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Aveço

Sinceramente minha vida esta do aveço, não sei mais quem sou, não sei de meus sentimentos, por vezes misturo tudo e penso que é amor, mas porque é que sou tão ingênua, gostava de melhorar, de assentar, de me deixar levar, mas parece que esta difícil, parece que é difícil, talvez seja de mim, talvez seja da minha cabeça, mas juro que não estou maluca, talvez sejam as saudades que me estejam a por assim, de repente todo o mundo sumiu e só restei eu, sinto-me solitária, estou solitária, só quero que isto desapareça, que tudo desapareça!

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Talvez seja eu

Não sei o que sentir,

Tudo passa tão depressa,

Ontem eramos amor,

Hoje somos inveja.

Inveja de quem olho para nós

E nos via bem,

Separaram nossos corações

Mas não nossa mente,

Ambos ainda pensamos

Um no outro perdidamente,

Este texto não está fácil

Nada sai como deve ser

Queria tentar expressar-me

Mas não me consigo controlar

Talvez seja da cabeça,

Ou então do coração

Deixaste-me muito mal 

Mas eu finjo que não.

Apesar de tudo ainda desperdiço horas em vão

A pesar em ti e numa boa explicação

Para não conseguir seguir em frente

E ficar presa ao passado

No fundo acho que era de mim...

117

Vamos voltar a reerguer este blog, para mais e para melhor, portanto toca a subscrever e a estarem atentos, pois vai entrar muito texto lindo

Revelação

Confesso que tenho saudades dele, sei que o tempo não voltará atrás e por mais que sejamos compatíveis duas almas não se juntam pela mesma causa... O que me resta dele são as lembranças, no fundo todos se vão e ninguém fica, e a grande probabilidade de ficarmos juntos desaparece como por magia.
Sinto-me triste é verdade mas mesmo triste feliz, porque te encontras-te onde não te encontras-te em mim, porque te amas acima de tudo, mesmo depois de não nos amarmos, sinto-te distante, mesmo presento é quase indiferente pois já não nos pertencemos, ambos seguimos o caminho da biforcação, cada um foi para seu lado,mas para mim, sempre aqui ao meu lado.

domingo, 24 de setembro de 2017

ATENÇÃO

#117 tenham atenção pois vou soltar muitas publicações novas, mas com datas antigas, portanto tenham em atenção as publicações antigas,pois vão aparecer novas.
Beijinhos ❤

sábado, 23 de setembro de 2017

Novidades

Olá amores, tenho novidades para vocês!
Atualmente ando a pensar muito sobre o blog e acho que vou fazer umas grandes alterações, em relação a estrutura do mesmo, deixando-o mais acessível e cómodo para todos, mas brevemente saberam e veram tudo prometo, pois irei fazer um antes e depois.
117 Beijos.